Celulares nunca tiveram muito importância para mim.

O momento que o celular mais chamou a minha atenção foi quando saiu aquele tijolo da Motorola. Foi muito legal comprar a novidade recém chegada no Brasil!

Depois surgiram tantos aparelhos com tantas funções que simplismente desencanei, usava o básico: fazer e receber ligações sem dar tanta importância aos modelos.

Até que lançaram o iPhone. O Pedro, claro, comprou um e sua empolgação era tamanha que aos poucos foi me contagiando. Até que ele me surpreendeu, alguns dias depois, com um novo presentinho: meu iPhone! Não desgrudei mais!

E por falar em iPhones, o aparelho ocupa o primeiro lugar na lista de celulares mais vendidos nos EUA em 2009. De acordo com pesquisa da consultoria Nielsen, feita de janeiro a outubro deste ano (lê-se 2009) , as vendas dos dois modelos do aparelho da Apple, 3G e 3GS, ficaram com 4% das vendas de dispositivos móveis. Segundo o estudo, a fabricante com maior fatia de mercado é a LG (6,4%), seguida de perto pela RIM (Research in Motion), produtora do BlackBerry, com 6,3%. No entanto, ambas as empresas possuem múltiplos aparelhos à venda, enquanto Apple possui apenas dois. Na lista, aparecem ainda modelos da Motorola (RAZR V3, em terceiro lugar, com 2,3%) e da Samsung (SPH-M540, em sexto lugar, com 1,5%). O site CNET mostra a pesquisa com um mercado bastante fragmentado. Os dez telefones mais vendidos representam apenas cerva de 20% do total de aparelhos.

Amo meu iPhone e seus mais de 100.000 aplicativos!